O projeto como um todo é dividido em três momentos (online, offline e promocional), cada um representado por um número determinado de peças que, juntas compõem uma espécie de ecossistema construído para o experimento.

Para ter melhor compreensão do projeto em sua totalidade, acesse o Manual Executivo.

PEÇA A Sistema de Tradução

O Sistema de Tradução idealizado é o carro chefe do projeto. Através dele é que os preceitos acerca da fundamentação teórica, do NFT às noções de multimídia, se estabelecem com mais propriedade.


Em síntese, o sistema relaciona aspectos sonoros a características visuais, numa relação de tradução simbólica, determinada por convenções feitas pelos idealizadores, considerando experimentos e estudos já empreendidos nesse campo, bem como relações de percepção subjetiva.


As etapas de funcionamento do sistema são descritas brevemente a seguir, para vê-las em totalidade é recomendado que se acesse o Manual Executivo ➡️

1: INPUT
O usuário vincula sua wallet, seleciona um ativo (NFT) musical e é direcionado para recortar apenas um trecho do mesmo, com no mínimo 10 e no máximo 40 segundos.
2: DECUPAGEM

O trecho passa por um processo de decupagem, onde as camadas da música são isoladas. O sistema funciona com um máximo de quatro camadas, fazendo agrupamentos quando o número é excedido.

3: ARTBOARD

O espaço de trabalho é definido por uma razão de proporção 1:1, subdividida em uma grade modular de aspecto 5x5. Os módulos de extremidade margeiam a peça, e os elementos pictóricos se dispõem no espaço como no esquema acima.

4: CONFIGURAÇÃO PICTÓRICA

A quantidade de camadas determina a quantidade de padrões pictóricos presentes na peça, baseados nos estudos de Ernst Chladni. A movimentação destes se dá pela variação de frequência (Hz) no decorrer do trecho.

5: CONFIGURAÇÃO CROMÁTICA

Baseado na correspodência cromática de Scriabin, o sistema identifica o tom regente do trecho e o confere um matiz. Além disso, a quantidade de camadas decupadas dita o número de variações tonais do gradiente e, este, movimenta-se se acordo com o ritmo da música.

6: FINALIZAÇÃO

A peça é finalizada com a identificação da faixa e artista ao qual o NFT se refere, bem como a identificação da marca Sonido em sua versão em ícone.

As traduções são, enfim, chamadas de FG, abreviação particular para a junção dos termos "fono" e "gráfico".

Visualize o FG exemplificado, com o som ao qual ele se refere abaixo. ↘️

PEÇA B Plataforma

A peça Cartaz é uma adaptação impressa da peça multimídia gerada pelo sistema de tradução dentro da plataforma. Ela é enviada aos usuários como forma de extensão física do experimento, funcionando com recursos de realidade aumentada, sendo portanto uma réplica da versão original digitalizada.


O funcionamento por realidade aumentada se dá pelo enquadramento da peça na câmera do aplicativo ArtVive, disponível em todas as lojas de aplicativos de forma gratuita.

PEÇA C Cartaz

A peça Cartaz é uma adaptação impressa da peça multimídia gerada pelo sistema de tradução dentro da plataforma. Ela é enviada aos usuários como forma de extensão física do experimento, funcionando com recursos de realidade aumentada, sendo portanto uma réplica da versão original digitalizada.*


O funcionamento por realidade aumentada se dá pelo enquadramento da peça na câmera do aplicativo ArtVive, disponível em todas as lojas de aplicativos de forma gratuita.


*Vale dizer que cada FG (tradução visual) resultada do sistema gera, também, sua réplica impressa. O cartaz apresentado abaixo é apenas um exemplo adaptado de um trecho específico da música Cars de Gary Numan.

PEÇA D Folheto Instrutivo

O Folheto Instrutivo atua em complementaridade ao Cartaz, uma vez que se requerem recursos extras, alheios à peça para que ela funcione. As instruções vêm descritas também impressas, num folheto personalizado com a identidade da marca.

PEÇA E Livreto

Com o mesmo cunho de expandir o universo criado, o Livreto é um argumento físico que funciona como material institucional da marca, reforçando os pontos que a compõem, seu manifesto e composições/experimentações gráficas a ela associadas.

PEÇA F Embalagem

Para abarcar os itens do momento dois, tem-se uma Embalagem que, inicialmente funciona como uma espécie de envelope para o transporte das peças e que transfigura-se, sob montagem dos usuários, em moldura para o cartaz.

PEÇA G Redes Sociais

Foram desenvolvidas algumas publicações para as redes sociais da marca, no intuito de promovê-la e constituir uma comunidade de usuários, apoiadores e/ou interessados. As postagens cumprem com as normas de composição identitária de aplicação e reprodução de marca, e abrem espaço para novas composições em motion.